27 de fevereiro de 2009

A36/2SL Guardian


Mais um soldadinho pra passar tempo. Este eu desenhei no mesmo dia em que desenhei este: http://des3nhos.blogspot.com/2008/11/a401l-guardian.html.

O coitado ficou para traz, mas teve sorte e na minha atual falta do que fazer, ganhou cores.

O Broche




A triste vida de José

Violência, dor, abuso, rua!
Dúvida, estola, diva, nua.
Miséria, labéu, de novo, rua!
Esquecimento, abandono, impene, fim.

Mais um desenho de 2008 que ficou perdido no meu bloco.

26 de fevereiro de 2009

AGUADA...




Pfff... Eu tentando me aventurar na pintura... aí são duas tentativas no uso da 'aguada'.

Pra quem não conhece, 'aguada' é uma solução formada por nanquim diluído na água. É uma técnica comumente usada por possuir um efeito um pouco semelhante ao da aquarela e por possibilitar ao pintor ou intrometido, como eu, uma manipulação das cores e tonalidades de acordo com a sua necessidade.
A minha ficou uma aguada no sentido pejorativo da palavra, mas como dizia Raul Seixas; "tente outra vez"! Vou continuar tentando.
O jeito com que as cores se misturam no papel é muito bonito.

21 de fevereiro de 2009

A JUSTIÇA É CEGA


Depois de 30 anos de carreira cumprindo a lei à risca, o velho Ernst percebeu que a lei e a justiça já não se entendiam mais tão bem quanto deveriam. Refletindo, com a cabeça recostada na direção de seu carro, ele lembrou das pilhas de processos, das portarias, das brechas na constituição, da corrupção, da liberdade provisória...

-Quando se alcança uma determinada idade, quando já se é um cachorro velho, a gente perde a paciência. Chega!

Foi assim que o velho inspetor pirou e desenvolveu seu novo código de ética, próprio, à prova de impunidade.

Em 7 meses do novo Ernst nas ruas, a cidade já percebia a diferença. A criminalidade havia baixado significativamente. O velho inspetor limpou as ruas por incríveis 7 meses, até que em um de seus julgamentos instantâneos, foi pego em flagrante durante a execução sumária do acusado.
Na delegacia, confessou ser o autor da matança, o vigilante aclamado pelo povo. A confissão lhe rendeu incontáveis 30 anos de prisão...

19 de fevereiro de 2009

MUITA PRESSÃO


"Ernold Oxid: Último 'Duende da Ferrugem' de que se teve notícias. Pelo que se sabe, após ser pego em um porão enferrujando uma bicicleta velha, foi perseguido até o momento em que, atrapalhado por uma teia de aranha, perdeu o controle do seu vaporizador móvel e bateu contra um cano de esgoto que o vitimou fatalmente."

"Pois é, acredite você ou não, o artefato em que o senhor Oxid está montado na foto é muito mais antigo do que você pensa e quando foi inventado não servia para cozinhar feijão. Éééééé... Incrível não!? Pois saiba que ele foi inventado pelos 'Duendes da Ferrugem', e era um meio de transporte super rápido e prático.
Sobre seus inventores, acredita-se que poucos deles ainda existam. Logo após o início da secreta II Inquisição Mundial, em 1897, a sua numerosa população foi praticamente exterminada, junto à quase todas as outras criaturas mágicas que havia na época.
Os Inquisitores preferem dizer que os extinguiram, mas ainda hoje se vende produtos anti-ferrugem!"

18 de fevereiro de 2009

Outro STENCIL


Esse sim, eu desenhei! É sério, fui eu mesmo.

Ah! Qualquer semelhança com o coelhinho idiota da PLAYBOY é mera semelhança!
hahuahahahue

Templo antigo

Esse é um rascunho que fiz para usar na campanha de RPG que estou pretendendo narrar há horas - ela ainda não "saiu".
No fim das contas mudei os planos e não vou mais usar esse templo por enquanto, encontros ND 1 são pouco comuns de se encontrar em masmorras secretas sob templos antigos enigmáticos de poderosos deuses esquecidos e por aí vai neh!?...

16 de fevereiro de 2009

Férias = Ócio




FInalmente fiz uns STENCILS. Só de brincadeira.
Sem a impressora acabei fazendo eles pequenos demais, mas na foto dá pra ver direitinho até.
Obs: Esse rosto do STENCIL aí não fui eu que desenhei. Tirei essa imagem duma revista antiga do início dos anos 80.

10 de fevereiro de 2009

Ferreiro miserável viajando


Tentei colocar um cenário no desenho, coisa que não costumo fazer. Faço sempre só o cenário ou o contrário. No fim o cenário ficou melhor que o blacksmith.

3 de fevereiro de 2009