13 de maio de 2010

Cenário - Torre fronteiriça

Esse é um desenho que fiz para mestrar D&D 3.5 no início de 2009.

Naquela "aventura" os personagens dos jogadores pertenciam a dois grupos de mercenários contratados para recuperar e reocupar, provisoriamente, essa 'torre de fronteira' abandonada em tempos de guerra. Na ocasião, um dos grupos já reocupava a torre, que foi encontrada vazia, e o outro recém chegava, escoltando a carroça de mantimentos enviada para abastecer o novo "contingente".

Desconfiados, os jogadores acharam que as coisas estavam indo estranhamente fáceis demais para ser verdade, mas quando encontraram restos de um acampamento recente no terceiro andar da torre, já era tarde. O lugar não estava abandonado e os seus ocupantes, um bando de Góblins guerreiros, apenas havia saído para caçar e estava de volta, disposto a recuperar a fortificação. Depois disso, é desnecessário descrever o que aconteceu... O portão estava aberto para a passagem da carroça e os Góblins aproveitaram.

Enfim, tinha azagaia¹ voando para todo lado e os 'jogadores' eram pouco mais de meia dúzia, contando com os PDMs²... Foi um "sufoco", mas no fim, apesar de apanharem bastante, eles venceram. Para variar, os Góblins bateram em retirada assim que perceberam a sua vantagem numérica "diminuindo".

Se alguém se interessar em usar a torre em seu jogo, aí vão algumas informações úteis sobre ela:

Torre fortificada de fronteira

Foi construída sobre uma saliência rochosa próxima do topo de uma pequena montanha.

A torre tem cerca de 35 metros de altura que são divididos em 4 andares, além do porão e da plataforma acessível no topo.

A estrutura conta com:
- Quartos coletivos e individuais(para os oficiais) nos quatro andares;
- Escritório(no térreo);
- Depósito de armas;
- Cela(cabem 5 presos acorrentados);
- Depósito de lenha coberto no pátio;
- Estábulo grande;
- Forno e poço internos(ambos no porão da torre);
- Lareiras internas nos 4 andares;
- Túnel secreto do porão da torre até o estábulo(a estrutura circular no exterior da torre).
- Escadas verticais(para economizar espaço);
- Janelas de madeira com grades, para proteção contra o frio e para impedir invasões. (abertas elas podem ser usadas como seteiras);
- Portas, janelas e alçapões reforçados com ferro(para dificultar arrombamentos).
- Suporte para 2 "balestas" no topo.

O lugar tem capacidade para abrigar, seguramente (e isso não quer dizer confortavelmente), um regimento de 15 soldados, sendo 2 oficiais, e até 5 cavalos.

Os depósitos de mantimentos tem capacidade para guardar comida e forragem suficientes para abastecer aproximadamente 10 pessoas e 3 cavalos por um mês.

Os prédios tem telhas de barro para impedir incêndios, mas são vulneráveis ao ataque de catapultas, trebuchetes³ e - magias - similares. Graças ao terreno acidentado, a chegada de catapultas às proximidades da torre é bastante difícil.

---------------------------------------------------------
¹Azagaia - Lança de arremesso pequena, leve e flexível.
²PDM - Personagem do "Mestre", o narrador do "jogo de interpretação"(Roleplaying Game - RPG).
³Trebuchete - Máquina de artilharia medieval. Os Trebuchetes eram mais potentes que as catapultas, pois seu impulso se dava através do uso de pêndulos e não da torção de cordas(rígidas).

É isso... Um rabisco para descontrair.

Até mais!

6 comentários:

  1. muito foda são esses goblins pra conseguir invadir isso! hehehe gostei

    ResponderExcluir
  2. É, para a estatura - e PVs - dos Góblins a estrutura era bem reforçada, mas eles eram um bando e os jogadores pouco mais de meia dúzia... Foi difícil para os guris. Mestrei essa aventura no Projeto de RPG do CEFET, tu tava lá. Eu até te perguntei umas dúvidas sobre as regras.

    Valeu pelo comentário JotaA!

    ResponderExcluir
  3. Hey carinha, tu faz esses desenho leeeeendos?

    Nossa, muito show, e a aula para quem n desenha nem um O com copo custa quanto? xD

    Nossa, mó profissa vc. Curti.
    Eu n sou muito fiel a nada, mas vou tentar vir no seu blog sempre pq adoro desenhos medievais e historinhas e morro de inveja de quem sabe jogar rpg e desenhar.... oOoO inveja!

    Becitos

    ResponderExcluir
  4. O exemplo do copo foi foda!
    HAHAUAHAUHUA

    Valeu pelo comentário e por tentar seguir o blog. Heheheh

    Infelizmente ainda não tenho condições de dar aula de desenho, mas começar a jogar RPG é fácil! Pesquisa "grupos de jogo" na sua cidade. Depois de encontrar é só falar com eles e entrar. Os RPGistas costumam ser receptivos. É uma boa oportunidade aleatória de fazer novos amigos aleatórios!
    HAHAH

    Até mais!

    ResponderExcluir
  5. Valeu Cleide!!!
    Fico muito feliz a cada seguidor novo que o BLOG ganha, pois assim parece cada vez mais que eu não desenho só para eu mesmo olhar... =]
    E obrigado pelo comentário e pela visita!
    Até mais!

    ResponderExcluir

Você pode comentar na modalidade "anônimo", sem precisar LOGAR em nenhuma conta.
Sua opinião e crítica são fundamentais; obrigado por comentar!