5 de março de 2014

Gib the Dwarf Fighter - Guardian Of The Northern Borders - Guardião das Fronteira do Norte


"BARBAS NEVADAS

No norte distante
Na planície congelante
Além do Rio Isen
Eles resistem!

São guerreiros secretos
De juramentos perpétuos
Olhares inquietos
Duros como o aço!

Como ursos na neve
Camuflados no gelo
Não ouvem apelo,
Fazem o inimigo sangrar!

Lá os Orcs do norte
e os bárbaros da enseada
Deixam a neve encarnada
Recebem a morte no gelo!

São mil batalhas travadas!
De armas pesadas!
As armaduras, marcadas!
Melhor respeitar!

Eles guardam a fronteira!
Eles guardam a fronteira!
Eles guardam a fronteira!

Não cruze a fronteira!"


Esta canção foi registrada na taverna "Olho de Peixe", de Sargoth, sob a interpretação musical do bardo Wilton Bigode-Duro***. Ela versa sobre as proezas de um misterioso grupo de guardiões, nas planícies ao norte do Rio Isen. Poucos acreditam na existência destes homens, e sempre com dúvidas acerca de seus propósitos e bondade. Porém, até o presente momento ninguém enxergou recompensa que compensasse o esforço de acabar com a dúvida.

***
É preciso considerar que, além de Wilton Bigode Duro, outros 3 bardos da fatia norte do Reino reclamam a autoria desta canção. Segundo eles mesmos, o caso não será levado aos senhores, pois temem um julgamento injusto que possa levar todos à condenação por fraude e difamação. As penas previstas, de apreensão de instrumentos 
e amputação dos dedos indicadores lhes parece assustadora. Contudo, há rumores de que os 4 continuam trocando ferozes ameaças, inclusive em forma de canções e ousadas performances. Nurfus Bigode de Bagre, pescador frequentador da taverna "Olho de Peixe", afirmou que as músicas provocadoras dos bardos tem atraído mais ouvintes para as tavernas, fazendo mais sucesso que "as canções centenárias que todos já conhecem." "Só é uma pena que eles deixaram de fazer apresentações juntos", lamentou ainda o pescador.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você pode comentar na modalidade "anônimo", sem precisar LOGAR em nenhuma conta.
Sua opinião e crítica são fundamentais; obrigado por comentar!